domingo, 7 de março de 2010

Actualização ao ficheiro para apuramento do IRC

Deixo aqui a última versão ao ficheiro de apuramento ao IRC/IRS. Esta actulização consistiu em transpôr o modelo 22, nomedamente os campos 317-A e 317-B, já que a última versão, as taxas estavam embutidas num único campo. Também actualizei alguns campos de inconsistências de modo alertar ao utilizador de possíveis erros.


Próximo post será sobre o Microsoft Dynamics Nav 2009 e uma barra de tarefas da legislação mais importante para os T.O.C..


Ficheiro para download: http://www.box.net/shared/ye1xg2so92

8 comentários:

  1. Desculpe, MArco, mas como é que eu faço a exportação no Primavera?
    Obrigado

    ResponderEliminar
  2. Boa tarde Carlos,

    Tens um post dedicado a exportação. http://marco-toc.blogspot.com/2010/01/inserir-o-balancete-no-formulario.html

    se perceberes de sqlserver podes actulizar directamente para a folha de cálculo e não perdes tempo. A automatização permite ganhos de eficiência e tempo. Bom trabalho

    ResponderEliminar
  3. Podes usar uma query no sqlserver, com a seguinte instrução:

    select * from empresas

    Com esta instrução, todos os campos referente a inscrição da empresa na base de dados da primavera, estarão disponíveis para serem utilizados.

    Espero que lhe seja útil esta informação.

    ResponderEliminar
  4. Bom dia Marco!
    Gostaria que me informasse sobre o seguinte: para um cidadão português com residência na união europeia, onde já entrega irs referente às remunerações ganhas nesse pais estrangeiro, e que em portugal tem apenas rendimentos prediais (rendas, neste caso), quais são as suas obrigações para com as finanças em Portugal? Tem que declarar os rendimentos na UE + os rendimenos em Portugal, ou apenas os de Portugal? Cumprimentos, Maria Catarino

    ResponderEliminar
  5. Olá Maria João,

    Há alguns pormenores que tem de ser clarificados dentro desta norma:

    Artigo 16º CIRS

    1 - São residentes em território português as pessoas que, no ano a que respeitam os rendimentos:
    a) Hajam nele permanecido mais de 183 dias, seguidos ou interpolados;
    b) Tendo permanecido por menos tempo, aí disponham, em 31 de Dezembro desse ano, de habitação em condições que façam supor a intenção de a manter e ocupar como residência habitual;
    ....
    2 - São sempre havidas como residentes em território português as pessoas que constituem o agregado familiar, desde que naquele resida qualquer das pessoas a quem incumbe a direcção do mesmo.

    Se a sua situação fiscal enquadrar-se dentro desta norma, terá que preencher o anexo J - Rendimentos Obtidos no Estrangeiro.


    Espero ter esclarecido....

    ResponderEliminar
  6. Obrigada Marco!
    A sua informação foi muito útil.
    Cumprimentos,

    ResponderEliminar
  7. Bom Dia

    Gostaria de saber como posso exportar o balancete do programa SAGE para o formulário IRSIRC?

    Sem mais assuntos

    Melhores Cumprimentos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa tarde,

      Consulte um video para o efeito.

      Marco Azevedo

      Eliminar