sábado, 16 de janeiro de 2010

VBA

O Visual Basic for Applications (VBA) é uma implementação do Visual Basic da Microsoft incorporada em todos os programas da suite Microsoft Office. Além dessa outros produtos da Microsoft também apropriaram-se da linguagem devido a flexibilidade e abrangência que essa estendia. Com o tempo, programas de terceiros (Primavera Software) incorporaram por completo ou parcialmente.


O Microsoft VBA é uma tecnologia de desenvolvimento para criar aplicativos empacotados do lado cliente (desktops) e integrá-los aos dados e sistemas existentes. O Microsoft VBA é baseado no sistema de desenvolvimento do Microsoft Visual Basic. Os produtos Microsoft Office incluem o VBA e usam-no para executar determinadas funções. O VBA também pode ser usado para criar aplicativos personalizados com base em um aplicativo host existente.

O Visual Basic for Applications substituiu e ampliou a capacidade das linguagens anteriormente disponíveis como programação de macro, as quais além de serem proprietárias, não eram completas.

O Visual Basic for Applications fornece um IDE (ambiente de desenvolvimento integrado) que oferece os mesmos elementos conhecidos dos desenvolvedores que usam o Microsoft Visual Basic, incluindo uma Janela de projectos, uma Janela de propriedades e ferramentas de depuração. O Microsoft VBA também inclui suporte para o Microsoft Forms, para criação de caixas de diálogo personalizadas e Controles ActiveX®, para criação de interfaces do utilizador. O VBA é integrado directamente ao aplicativo host. Os programas de software que incluem o VBA são chamados de aplicativos personalizáveis – aplicativos que podem ser ajustados de acordo com as necessidades específicas dos negócios. O Microsoft Office é um dos vários aplicativos que incorporam o Microsoft VBA, permitindo que os clientes desenvolvam aplicativos personalizados com base no Microsoft Office. Há também outros aplicativos de terceiros que incorporam o Microsoft VBA, por exemplo, Primavera Software.

O Visual Basic for Applications é usado para controlar todos os aspectos da aplicação anfitriã. entre estes estão:

:: A manipulação da interface da aplicação

:: Alteração e criação de Menus e Barra de ferramentas

:: Desenvolvimento de interface (Formulários) pelo programador

:: Manipulação de objectos da aplicação

:: Extração e tratamento de dados de outras aplicações, bases de dados,

Data Warehouse, BI, Cubos OLAP, ROLAP, Acesso via ODBC, etc...

ABRANGÊNCIA

Conforme sugerido pelo nome, Visual Basic for Applications, o VBA apesar de similar ao Visual Basic só funciona a partir de um dos programas da suíte MS Office ou outros produtos que adquiriram tal funcionalidade. O código desenvolvido só "roda" dentro da aplicação, não sendo possível a execução a parte da aplicação.

A melhor das características é a possibilidade de manipulação das aplicações usando o DDE (Intercâmbio Dinâmico de Dados [Dynamic Data Exchange] - Protocolo para troca de informações entre aplicativos no Windows), por exemplo:

:: Um relatório pode ser mostrado no MS Word a partir de dados oriundos do MS Access

:: Dados em diversas folhas de cálculo MS Excel podem ser consolidados e mostrados em relatórios MS Access

:: Gráficos, actualizados dinamicamente, a partir de dados do MS Excel podem ser exportados e actualizados directamente no MS Powerpoint

:: E-Mails podem ser enviados a partir da lista de contactos do MS Outlook contendo apresentações MS Powerpoint actualizadas pontualmente por dados contidos no MS Access

As possibilidades são inúmeras e a dinamicidade dos negócios pode ser grandemente implementada nas aplicações.

A tecnologia do Visual Basic for Applications permite oferecer a flexibilidade necessária para integrar soluções específicas dentro dos canais de informação disponíveis.

2 comentários:

  1. É possível através do excel ter acesso a qualquer programa de gestão, contabilidade, etc?

    Se for, como faço essa ligação.

    Obrigado

    ResponderEliminar
  2. Sim, tudo é possível. Primeiro, antes de qualquer ligação terá que perceber a estrutura do programa. Só para ter uma ideia, a Primavera Software tem +/- 1200 tabelas. Todos os dados estão dentro destas tabelas e temos que relacionar os dados entre elas. Não é tarefa fácil. Mas para quem tem uma veia informática, em 2 a 3 dias sabe toda a estrutura e sabe como ligar os dados ao excel. Pode crer que as vantagens são muitas, pois o excel permite variadissimas análises e podemos trabalhar com simuladores....se estiver apto/a a comaçar esta aprendizagem...pode começar a perguntar.

    Se estiver a falar em sistemas SAP...bem, não estamos a falar em +/- 1200 tabelas mas +/- 10.000 tabelas. Aqui a aprendizagem é mais lento se estivermos a falar no sistema de produção, centros de custo, etc..etc

    ResponderEliminar